A violência Física e Psicológica
 em Campinas
 

O prefeito de Campinas e assessores receberam aumento de 56% em 2009
O executivo entrou na justiça contra os grevistas que pedem 18%.

Os grevistas distribuíram o folheto:   Dr. Hélio - 56% - primeiro o que mais precisa
 

Visão do tratamento para os grevistas.

 

Os defensores do patrimônio de Campinas, com coletes a prova de balas, acertaram a pimenta
bem no seio de servidora. É difícil entender que os servidores são patrimônio da cidade.

 

As servidoras foram dominadas. Agora o Prefeito e assessores
poderão usufruir do aumento sem contestações


Os funcionários públicos de Campinas estão em greve há duas semanas solicitando aumento e reposição salarial de 18%.

O Prefeito e assessores receberam um aumento salarial de 56% este ano. São centenas de assessores e calcula-se que o montante deste aumento foi em torno de R$2,5 milhões de reais mensais para os cofres do município.

A Prefeitura informou aos funcionários que não há mais verbas disponíveis para os 18% e que a lei não permite que a prefeitura aumente os funcionários devido ao teto de 60% do orçamento, que está no limite. Então os grevistas fizeram a seguinte proposta:
Repartir o montante que o Prefeito e assessores tiveram (56%) em dois, metade fica para eles (diminuiriam o aumento para 28%)  e o restante  do dinheiro fica como aumento aos milhares de funcionários da Prefeitura de Campinas.

Dentre os grevistas estavam médicos, enfermeiras e psicólogos da saúde mental que cuidam das crianças vítimas da violência em Campinas.


No dia 03 de junho a prefeitura entrou com ação na justiça para que a greve dos servidores seja considerada ilegal. Até agora ninguém contestou o aumento de 56%, que foi concedido pela Câmara Municipal, onde o executivo tem a maioria do seu lado.


Se houvesse um plebiscito, considerando a atual conjuntura econômica, os salários do setor privado, as regalias do funcionalismo e os 60 milhões de brasileiros que vivem com menos de um salário mínimo, votaríamos contra os 18% e a favor de prisão para os responsáveis pelos 56%

Barão em Foco


Fotos de  Edu Fortes/AAN do Blog Rose Guglielminetti  
 

 

 

Home

Djweb design